MENU

Você sabe diferenciar consumo e consumismo ou consumerismo?

O ato de consumir é algo normal e necessário para nossa sobrevivência, como ser social, cultural e religioso


Você sabe diferenciar consumo e consumismo ou consumerismo?

Pois é, nem só de consumismo vive o homem, mas precisamos consumir para viver. Somos seres eminentemente consumidores, consumimos ar, alimento, vestimenta, entretenimento e inclusive, consumimos religião.

Oi? Religião, cultos? Sim, ao comparecermos numa reunião em nossa igreja, estamos efetuando o ato de consumir aquele serviço de culto, simples assim. Mas, quais são as implicações disso? Sua escolha. Simplesmente você deve entender que ao participar, usar ou assistir algo, você está consumindo.

Bem, aonde quero chegar com este exercício?

Quando falamos de consumo, ele não deve ser visto como algo nocivo, mas sim, um comportamento biológico, psicológico, social e cultural inerente a cada ser vivo. Contudo, como seres racionais nós conseguimos a façanha de considerar o ato de consumir como apelações do consciente, como indicações de posse, poder, relações sociais, indicação de gênero, classe social, expressão individual que nos diferencia uns dos outros.

O próprio ato de consumir a religião e a denominação é sua expressão social de consumo. Compramos e lemos vários livros durante o ano, estamos consumindo. Usamos camisetas com símbolos e expressões religiosas, estamos consumindo. Vamos a encontros, congressos e shows gospel, estamos consumindo.

Assim, conseguimos perceber que o consumo acompanha os movimentos de desenvolvimento intelectual e social das sociedades nos últimos séculos. E ao se tratar de consumismo a roda de consumo, consumidor, produto e tradição não para.

O ato de consumir é algo normal e necessário para nossa sobrevivência, como ser social, cultural e religioso, inclusive. Mas, quando este ato de consumo extrapola a necessidade básica de sobrevivência, este, é considerado nocivo para subsistência, sendo visto como consumo exagerado de algo. Ao que intitulamos de consumismo ou consumerismo.

O consumismo pode surgir de movimentos culturais, porém, são movimentos esparsos das sociedades que retratam a nocividade deste ciclo quando ele é o regente da sociedade sem o controle dos próprios indivíduos.  Este, é o ato de consumir exacerbadamente algo que não precisamos, deixando de lado o raciocínio lógico racional, impactando na nossa capacidade de avaliar necessidade para consumir algo que racionalmente precisamos, nos levando a comprar e consumir algo que não queremos.

E diante deste tema tão intrigante, enquanto pesquisadora pude identificar algumas peculiaridades do consumo, e o consumidor cristão é hoje meu objeto de pesquisa. Assim sendo, gostaria de pedir a sua ajuda ao responder minha pesquisa sobre a Cultura de Consumo Cristão, levará no máximo 10 minutos e você pode concorrer a um brinde.

A pesquisa está disponível no seguinte link: goo.gl/forms/DsSF7GaACjuzBSD02.

Que Deus os abençoe tremendamente.



Cristã protestante, esposa, estudante de doutorado, professora universitária, pesquisadora, acredita que a ciência é presente de Deus.


Deixe sua opinião!